PROJETO MAIS NORDESTE: METODOLOGIAS INTEGRATIVAS EM UM CONTEXTO DE DESIGUALDADE SOCIAL NO EXTREMO SUL DA BAHIA

  • Danielle Ferreira Medeiro da Silva de Araújo Mestranda em Estado e Sociedade na Universidade Federal do Sul da Bahia, Fundadora da ONG Gerando Vida.

Resumo

Trata-se de relato de experiência sobre o processo de transformação social em curso, iniciado no bairro Alecrim II, na cidade de Eunápolis, extremo sul da Bahia, a partir da iniciativa de uma jovem liderança comunitária em iniciar projetos de cunho educativo e cultural com crianças e adolescentes da região a partir de 2013. Os objetivos do trabalho são evidenciar o papel de agentes locais de transformação para o desenvolvimento comunitário e o uso de metodologia integrativas para a compreensão de um sujeito integral. A abordagem teórica se fundamenta na importância da educação de pares para a mutiplicação de novos saberes, interatividade que abre portas para a construção de novos hábitos, costumes e valores, e também pontuar a relevância do uso das metodologias integrativas entendidas como métodos, norteados pela busca de uma recomposição entre as partes cindidas do ser humano. As atividades educativas e culturais acontecem desde 2013, com o público infanto-juvenil de cinco a quinze anos, tem por foco ações de incentivo à leitura, brincadeiras, espaços de interação e aprendizagem em português e matemática e produções culturais. O projeto foi abraçado pela ONG Gerando Vida que desde 2014 coordena as ações e realiza também outras atividades sociais para o desenvolvimento local.

Publicado
2018-08-08
Como Citar
ARAÚJO, Danielle Ferreira Medeiro da Silva de. PROJETO MAIS NORDESTE: METODOLOGIAS INTEGRATIVAS EM UM CONTEXTO DE DESIGUALDADE SOCIAL NO EXTREMO SUL DA BAHIA. Pindorama, [S.l.], v. 8, n. 8, p. 14, ago. 2018. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/511>. Acesso em: 22 mar?o 2019.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##