Análise dos acidentes de trabalho de 2013 a 2017 com trabalhadores da mecanização agropecuária e florestal no Brasil

  • Everardes Publio Júnior Instituto Federal da Bahia - IFBA
  • Gabriela Silva Vicente Instituto Federal da Bahia - IFBA
  • Jaianne de Amorim Ferraz Instituto Federal da Bahia - IFBA
  • Mainara Silva Dias Instituto Federal da Bahia - IFBA
  • Rogério Novais Pereira Instituto Federal da Bahia - IFBA

Resumo

A modernização da agricultura brasileira e a expansão da mecanização rural proporcionaram um ambiente de trabalho com maior risco e insalubre para os trabalhadores rurais, levando estes a sofrerem acidentes e doenças ocupacionais. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar quantitativamente o número de acidentes de trabalho no setor rural com os trabalhadores da mecanização agrícola e florestal, entre os anos de 2013 a 2017. O trabalho foi realizado com base em análise transversal descritiva. Estudo de abordagem quantitativa, realizado com dados do Anuário Estatístico da Previdência Social do Ministério da Previdência Social. Os dados mostraram que houve redução dos acidentes de trabalho no período analisado e que o setor agropecuário e florestal correspondeu em média a 3,0% dos acidentes de trabalho no Brasil durante o período. Os trabalhadores da mecanização agrícola e florestais sofreram em média 3.326 acidentes de trabalho neste período, devido principalmente à falta de preparo para lidarem com os avanços tecnológicos em seu ambiente de trabalho.

Publicado
2019-11-11
Como Citar
JÚNIOR, Everardes Publio et al. Análise dos acidentes de trabalho de 2013 a 2017 com trabalhadores da mecanização agropecuária e florestal no Brasil. Revista PINDORAMA, [S.l.], v. 10, n. 10, p. 1-9, nov. 2019. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/656>. Acesso em: 26 nov. 2020.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##