Psicopedagogia e a criança com deficiência intelectual

  • Fabrícia Zanelato Bertolde Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC
  • Jeanes Martins Larchert Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR

Resumo

O presente trabalho busca apresentar a experiência da psicopedagoga no atendimento de alunos com deficiência intelectual matriculados na rede pública do Município de Eunápolis. O processo de inclusão do aluno com deficiência intelectual tem sido um tema mundial e amplamente discutido na área da educação no final do século XX e início do século XXI, no Brasil esse tema fortaleceu-se com a Declaração de Salamanca (1994). As crianças com deficiência intelectual têm dificuldades graves tanto para aprender quanto de caráter geral. Os ajustes em metodologia devem acontecer de acordo com a necessidade de cada aluno. Dessa forma, nosso objetivo é avaliar, atender e intervir junto a esses alunos, orientando a família e a escola para que consigam estimular a aprendizagem de forma significativa. Inicialmente as crianças são submetidas a uma avaliação psicopedagógica e encaminhadas para outros profissionais quando necessário, obtidos os resultados da avaliação inicial e traçado o plano de intervenção de acordo com a necessidade de cada criança e realizadas as devidas orientações na instituição escolar e com a família. O relato de experiência pretende mostrar que o trabalho do psicopedagogo dentro da instituição escolar traz bons resultados desde que este profissional seja aceito e tenha condição de exercer seu trabalho adequadamente.

Publicado
2019-11-11
Como Citar
BERTOLDE, Fabrícia Zanelato; LARCHERT, Jeanes Martins. Psicopedagogia e a criança com deficiência intelectual. Revista PINDORAMA, [S.l.], v. 10, n. 10, p. 99-108, nov. 2019. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/661>. Acesso em: 20 jan. 2020.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##