HIP HOP: Dialogando currículo, educação e elementos subjacentes ao movimento cultural

Resumo

O texto que segue traz reflexões acerca do tratamento dado ao Movimento Cultural Hip Hop pela academia. Entende-se que o movimento ainda é massivamente tratado nos espaços legitimados seguindo uma narrativa superficial e apresentando espaçados trabalhos que discutam de maneira alargada e em profundidade o tema. Para isso, trazemos aspectos informacionais históricos que ainda são desconhecidos de muitos que se interessam pelo assunto. O desconhecimento da história do movimento permite que a disseminação de informações rasas e leva à ideia de que a cultura só se direciona à prática do entretenimento. Desmistificando isso, alcançamos a relação direta que o Hip Hop tem com a Educação, no momento em que ambos devem ser executados para atender ao mesmo fim; no entanto, ainda apresentam barreiras que sustentam e ratificam práticas preconceituosas. Por fim, propõe-se a necessidade de compreender o real espírito hip hop e fortalecer tal conhecimento para que a emancipação dos sujeitos sociais aconteça de maneira coletiva.


Palavras-chave: Movimento Cultural Hip Hop. Educação. História. Universal Zulu Nation. Comunidade negra.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda em Língua e Cultura (UFBA), Mestre em Letras (UFBA). Professora EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – Campus Porto Seguro (IFBA-PS), Porto Seguro, Bahia, Brasil E-mail: veronicasousan@gmail.com.

Referências

ALBERTO, CARYLSON. O rappers da nova escola (maioria) não oferecem novas perspectivas a juventude. Disponível em: http://www.noticiario-periferico.com/2020/01/artigo-o-rappers-da-nova-escola-maioria.html Acesso: 14 nov. 2020.

GOMES, Nilma L. O movimento negro educador: saberes construídos nas lutas por emancipação. Petropólis, RJ: Vozes, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

LEAL, Sérgio José de Machado (DJ TR). Acorda Hip Hop: despertando um movimento em transformação. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2007.

SOUZA, Ana Lúcia Silva. Letramentos de reexistência: poesia, grafite, música, dança. São Paulo: Parábola Editorial, 2011.

SOUZA, Verônica de. 12 de novembro no IFBA. Disponível em: https://portal.ifba.edu.br/noticias/2020/artigo-12-de-novembro-no-ifba Acesso em: 14 nov. 2020.

Universal Zulu Nation. Green Book: Infinity Lessons Archive 1973-2000 For the masses. Compilado por Queen Saphire. Book #1. Material particular da Organização Universal Zulu Nation.

Universal Zulu Nation. Constitution of the Universal Zulu Nation. Material Material particular da Organização Universal Zulu Nation.
Publicado
2021-05-24
Como Citar
SANTOS, Veronica de Souza. HIP HOP: Dialogando currículo, educação e elementos subjacentes ao movimento cultural. Revista PINDORAMA, [S.l.], v. 12, n. 1, p. 12, maio 2021. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/913>. Acesso em: 03 ago. 2021.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##