A PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE E OS DESAFIOS NA CONTEMPORANEIDADE

  • Roberta Melo de Andrade Abreu

Resumo

O artigo tem como objetivo discutir o processo de profissionalização docente e os impactos das políticas públicas contemporâneas nesse percurso formativo. Para tal, foram estabelecidas três categorias teóricas, a saber: reflexões sobre a contemporaneidade, compreendendo a mesma como um estado de constantes mudanças provocadas pelos múltiplos arranjos sociais, sua complexidade, inacabamento e infinita crise. A profissionalização docente, que reflete essas características por estar contida nessa realidade e é compreendida como um movimento carregado de ideologias quando se apresenta segundo várias perspectivas do ser professor. Políticas contemporâneas e (des)profissionalização docente, que agem no sucateamento do campo de trabalho e no apagamento e função social do professor. Conclui-se que há um grande desgaste social e emocional dos professores que lutam contra as poderosas forças do capital. As políticas públicas pontuadas nesse texto – juntamente com outras – associam-se a um movimento mundial de privatização da educação pública que, atualmente, é considerada a principal alternativa na resolução dos problemas nesse campo, retirando autonomia gestora e gerando grandes impactos no trabalho dos professores. Portanto, a lógica é de um sistemático sucateamento das instituições e dos seus serviços em conjunto com o movimento de desprofissionalização.

Publicado
2020-12-14
Como Citar
DE ANDRADE ABREU, Roberta Melo. A PROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE E OS DESAFIOS NA CONTEMPORANEIDADE. Revista Acadêmica em Humanidades, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 152 a 176, dez. 2020. ISSN 2676-010X. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/artifices/article/view/795>. Acesso em: 06 maio 2021.