“A IGREJA CATÓLICA TE CONDENA. A IGREJA EVANGÉLICA TE CONDENA”: O discurso religioso judaico-cristão afetando a construção da identidade lésbica

Resumo

Este trabalho é um recorte de uma pesquisa de mestrado que se orienta pela seguinte questão norteadora: quais os efeitos do discurso religioso judaico-cristão na construção da identidade lésbica? A pesquisa amparou-se na vertente pós-estruturalista, preocupando-se em questionar, borrar e problematizar as verdades tidas como absolutas e universalistas. Como caminho metodológico foi realizado um grupo focal constituído de três encontros com oito lésbicas contactadas por meio das redes sociais e de ativistas de uma organização LGBT de Jequié – BA. Dessas lésbicas, seis nasceram em Jequié, uma em Ubatã e uma em Itagi, cidades do interior baiano. Quanto às questões étnicas e raciais, duas se declararam brancas, três pretas e três pardas. A idade delas varia entre 21 a 30 anos. Sobre a religião, três se declararam católicas, uma espírita, uma evangélica, uma agnóstica e duas não têm religião. Dentre os apontamentos, destacamos neste texto o quanto o discurso religioso judaico-cristão, entendido como um marcador étnico da branquitude, afeta a construção identitária das lésbicas partícipes da pesquisa, inclusive algumas delas evidenciam a lesbofobia intrafamiliar advinda desse discurso e se autoculpabilizam por conta de sua sexualidade, embora questionem alguns dos discursos dessas religiões sobre a lesbianidade. Outras são menos afetadas e resistem ao discurso de ódio proferido por essas religiões judaico-cristãs.


 

Biografia do Autor

Maria Cristina Nascimento de Souza

Bacharela em Psicologia (FTC-BA). Mestranda em Relações Étnicas e Contemporaneidades, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) Campus de Jequié-BA.

Marcos Lopes de Souza

Doutor em Educação (UFSCAR). Professor Titular do Departamento de Ciências Biológicas, (UESB), campus de Jequié-BA. Docente do Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade (PPGREC) da UESB

Referências

AVENA, Daniella Tebar. A violência doméstica nas relações lésbicas: realidades e mitos. Aurora. Revista de Arte, Mídia e Política, São Paulo, n. 7, p. 99-107. DOI 10.23925/1982-6672, 2010.

BARBOUR, Rosaline. Grupos focais. Porto Alegre: Artmed. 2009.

BUTLER, Judith. Corpos que pesam: sobre os limites discursivos do sexo; In: LOURO, G. L.(org.). O corpo educado: pedagogias da sexualidade. 2ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000. p. 151-165.

DERRIDA, Jacques. Salvo o nome. Tradução Nicia Adan Bonatti. Campinas, SP: Papirus, 1995.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade I: a vontade de saber. Tradução Maria Thereza da C. Albuquerque e José Augusto Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

LEAL, Lucas Edgar. Identidad sexual y pertenencia eclesial. Derroteros de visibilidad en trayectorias de gays católicos. Sexualidad, Salud y Sociedad Revista Latinoamericana, n. 26, p. 262-278, ago. 2017.

LOURO, Guacira Lopes. Conhecer, pesquisar, escrever. Educação, sociedade & Cultura, nº 25, p. 235-245, 2007.

LUCA-NORONHA; Daniel; SANT’ANNA, José Carlos. Crença teísta: reflexividade e aderência. Interações, Belo Horizonte, v. 13, n. 24, p. 503-525, ago./dez. 2018.

MEYER, Dagmar E. Estermann; SOARES, Rosângela de Fátima. Modos de ver e de se movimentar pelos “caminhos” da pesquisa pós-estruturalista em Educação: o que podemos aprender com – e a partir de – um filme. In: COSTA, Marisa Vorraber; BUJES, Maria Isabel Edelweiss. (orgs.). Caminhos Investigativos III: riscos e possibilidades de pesquisar nas fronteiras. DP&A editora. Rio de Janeiro, p. 23-44, 2005.

MISKOLCI, Richard. Teoria queer: um aprendizado pelas diferenças. Belo Horizonte: Autentica/UFOP, 2009.

NATIVIDADE, Marcelo Tavares. Uma homossexualidade santificada? Etnografia de uma comunidade inclusiva pentecostal. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, p. 90-121, 2010.

NAVARRO-SWAIN, Tania. O que é lesbianismo. São Paulo: Brasiliense, 2004.

RICH, Adrienne. Heterossexualidade compulsória e existência lésbica. Tradução de Carlos Guilherme do Valle, a partir do original: RICH, Adrienne. Compulsory Heterosexuality and Lesbian Existence. Bagoas, n. 5, p. 17-44, 2010.

ROSO, Adriane. Grupos focais em Psicologia Social: da teoria à prática. Psico, Porto Alegre, v. 28, n. 2, p. 155-169, 1997.

SOARES, Gilberta Santos; COSTA, Jussara Carneiro. Feminismo e lesbianismo: quais os desafios? Labrys: Estudos Feministas, v. 1, n. 2, jul./dez. 2002.

WITTIG, Monique. El pensamiento heterosexual y otros ensayos. Barcelona: Egales, 2010.
Publicado
2020-12-23
Como Citar
SOUZA, Maria Cristina Nascimento de; SOUZA, Marcos Lopes de. “A IGREJA CATÓLICA TE CONDENA. A IGREJA EVANGÉLICA TE CONDENA”: O discurso religioso judaico-cristão afetando a construção da identidade lésbica. Revista PINDORAMA, [S.l.], v. 11, n. 1, p. p. 9-23, dez. 2020. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/817>. Acesso em: 06 maio 2021.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##