O TRABALHO INFINITO DAS RELAÇÕES ÉTNICAS E SUAS ENCRUZILHADAS

Resumo

O objetivo desta comunicação é tecer comentários reflexivos e dialógicos sobre a pesquisa de mestrado concluída recentemente, representada por uma escrita acadêmica e um lugar, e os interlocutores principais, produtores e enunciadores de saberes. Descreve-se um processo de constituição de etnicidades em torno da feitura da feijoada no restaurante Filhinha da Feijoada, dentro do Centro de Abastecimento Vicente Grillo – Jequié/BA. Os estudos das teorias de etnicidades e também teorias de(s)coloniais trazem a jogo saberes, tradições e costumes cujos dispositivos de colonialidade e epistemicídio historicamente apagaram identidades, pertencimentos e conhecimentos não-brancos. A partir de um ponto de vista bem localizado nas pesquisas do Órgão de Educação e Relações Étnicas e dentro de uma perspectiva mais pessoal construiremos um diálogo com alguns interlocutores e autores.


 

Biografia do Autor

Vanessa Caroline Silva Santos

Licenciada em Letras (UESB), mestra em Relações Étnicas e contemporaneidade (PPGREC-UESB). Jequié-BA. Brasil.

Danilo César Souza Pinto

Doutor em Antropologia Social (PPGAS/UFSCar). Professor Titular de Antropologia (UESB) e do Programa de Pós-graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade (PPGREC/UESB). Jequié-BA.

Referências

ALMEIDA, Mariléa. Território de afetos: práticas femininas antirracistas nos quilombos contemporâneos do Rio de Janeiro. 2018. 302p. Tese (Doutorado em História Cultural). Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, 2018.

ARAÚJO, Emerson Pinto. Catarina e Quintiliana. In: Capítulos da história de Jequié. Salvador: EGB Editora, p. 79-81, 1994.

CARBONI, Florence; MAESTRI, Mário. A linguagem escravizada: língua, história, poder e luta de classes. São Paulo: Expressão Popular, 2012.

CARNEIRO, Aparecida Sueli. A construção do outro como não-ser como fundamento do ser. 2005. 339p.Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, 2005.

CORREIA, Bruno Celso Vilela. Mais que uma oferenda: representações e resistências afro na cozinha brasileira (Recife, 1926-1945). 2009. 141 f. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em História) Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 2009.

FANON, Frantz. Pele Negra, Máscaras Brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

FERNANDES, Alexandre de Oliveira. Axé: apontamento para uma a-tese de Exu que jamais (se) escreverá. 2015. 343p. Tese (Doutorado em Ciência da Literatura Comparada). Rio de Janeiro: UFRJ, Faculdade de Letras, 2015.

FRY, Peter. Feijoada e “Soul Food”: Notas sobre a manipulação de símbolos étnicos e nacionais. In: Para inglês ver – Identidade e política na cultura brasileira. Zahar Editores. Rio de Janeiro, 1975.

HOOKS, bell. Intelectuais negras. Revista de Estudos Feministas, ano3, 2º Semestre, 1995.

JUNIOR, Joel Rufino. Pedagogia das encruzilhadas. Revista Periferia, v.10, n.1, p. 71 - 88, Jan./Jun. 2018.

JUNIOR, Vilson Caetano de Sousa. Ara mi, meu corpo: alimentação e outros temas afro-brasileiros. Salvador: EDUNEB, 2014.

KILOMBA, Grada. A Máscara. 2. ed. Tradução de Jéssica Oliveira de Jesus. In: “Plantations: episodes for everyday racismo”. Munster: Unrat, Verlag, 2010.

MALDONADO-TORRES, Nelson. Pensamento crítico desde a subalternidade: os estudos étnicos como ciências descoloniais ou para a transformação das humanidades e das ciências sociais no século XXI. Afro-ásia, Salvador, n. 34, p.105-129, 2006.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. 3.ed. Lisboa: Antígona, 2014.

NJERI, Aza; RIBEIRO, Katiúscia. Mulherismo africana: práticas na diáspora brasileira. Currículo sem fronteiras, v. 19, n. 2, p. 595-608, maio/ago. 2019.

QUERINO, Manuel. A arte culinária da Bahia. Salvador: Livraria Progresso Editora, 1957.

SANTANA, Marise de. Legado africano: palavra enunciadora de simbolismos étnicos. Odeere: revista do programa de pós-graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade - UESB. ISSN 2525-4715. Ano 2, número 3, volume 3, Janeiro - Junho de 2017.

SANTOS, Vanessa Caroline Silva; SOUZA, Jurgen Alves de. A influência do contato com línguas africanas na performance do português popular brasileiro. Revista Mandinga, v. 3, n. 1, p. 36-50, 2019.

SCHWARCZ, Lilia Moritz; STARLIN, Heloisa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

SODRÉ, Muniz. A verdade seduzida. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.
Publicado
2020-12-24
Como Citar
SANTOS, Vanessa Caroline Silva; PINTO, Danilo César Souza. O TRABALHO INFINITO DAS RELAÇÕES ÉTNICAS E SUAS ENCRUZILHADAS. Revista PINDORAMA, [S.l.], v. 11, n. 1, p. p. 160-172, dez. 2020. ISSN 2179-2984. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/Pindorama/article/view/828>. Acesso em: 06 maio 2021.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##