A ressignificação da música popular brasileira

As relações do discurso literomusical como discurso constituinte

Autores

Palavras-chave:

Discurso constituinte, Literomusical, Música Popular Brasileira

Resumo

Este trabalho tem como intuito investigar a produção literomusical brasileira como discurso constituinte a partir da ressignificação da Música Popular Brasileira, tendo em vista o discurso dramático-musical contemporâneo. Utiliza-se as discussões teóricas de estudos de Costa (2001; 2012), Charaudeau (2013; 2018), Maingueneau (1995, 2000, 2012, 2018), Menezes (2005), Gonçalves (2014) e Orlandi (1987; 2009) a respeito do discurso constituinte e sobre a Música Popular Brasileira. Com isso, buscamos apresentar o discurso literomusical como discurso constituinte; identificar o discurso dramático-musical como categoria; e descrever um breve cenário acerca da velha e da nova MPB. Em síntese, propõe-se refletir acerca das noções desses discursos a partir da ressignificação da música popular brasileira, tendo em vista a nova MPB. Podemos identificar que o discurso musical brasileiro se constitui de uma heterogeneidade, em que há uma mistura de gêneros, ritmos, posicionamentos e influências a movimentos estrangeiros. A identidade nacional se estrutura da pluralidade de fatores presentes na sociedade, essa identidade, portanto, símbolo do discurso literomusical brasileiro se constitui em sociedade como discurso constituinte. Assim, o discurso constituinte é aquele que se constrói em sociedade e passa a circular como um discurso padrão de uma determinada instituição, configurando a identidade de um grupo.

Referências

BENVENISTE, Émile. Problemas de linguística geral. Tradução de Maria da Glória Novak e Luiza Neri. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1976.

CARVALHO, Angela Materno de. Commedia dell’ arte. In: NUNEZ, Carlinda Fragale Pate. O teatro através da história. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1994. p. 49-67.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. Tradução Angela M. S. Corrêa. São Paulo: Contexto, 2013.

CHARAUDEAU, Patrick. MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de análise do discurso. Tradução Fabiana Komesu. São Paulo: Contexto, 2018.

COSTA, Nelson Barros da. Música popular, linguagem e sociedade: analisando o discurso literomusical brasileiro. Curitiba: Editora Appris, 2012.

COSTA, Nelson. A produção literomusical brasileiro. 2001. 230.p. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem). – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2001.

GONÇALVES, Suzana Maria Dias. Nova MBP no centro do mapa das mediações: a totalidade de um processo de interação comunicacional, cultural e político. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Universidade Federal do Pernambuco, Recife, 2014.

MAINGUENEAU, Dominique . Clareza do texto, discursos constituintes e quadro hermenêutica. Revista de Letras. v. 8 - n. 1 - p. 11-19 - jan./jun. 2012.

MAINGUENEAU, Dominique .; COSTA, Nelson. Barros da. Analisando discursos constituintes. Revista do GELNE, v. 2, n. 1/2, p. 1-12, 22 fev. 2016.

MAINGUENEAU, Dominique. O contexto da obra literária. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

MAINGUENEAU, Dominique e COSSUTTA, Frédéric. (1995). “L'analyse des discours constituants” in MAINGUENEAU et al. Langages (Les analyses du discours en France), 117, p. 112-125.

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso literário. São Paulo: Contexto, 2006.

MENEZES, Washington Mota. As máscaras enunciativas do discurso dramático- musical. 2005. 124 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal do Ceara, Fortaleza, 2005.

NASCIMENTO, Jarbas Vargas. GUGONI, Marcel Fernandes. A autoconstituição do discurso filosófico sobre a verdade em tempos de pós-verdade. In: NASCIMENTO, Jarbas Vargas. GUGONI, Marcel Fernandes (org.). Discurso e cultura. São Paulo: Bluncher, 2019. p. 16-41.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios & procedimentos. Campinas: Pontes, 2009.

ORLANDI, Eni Pulcinelli (org.). Palavra, fé, poder. Campinas, SP: Pontes, 1987.

SILVA, Luciene Helena da. A análise do discurso literomusical brasileiro como procedimento para o ensino de leitura. In: GRUPO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DO NORDESTE, 2014, Natal. Anais... Natal: UFRN, 2014, p. 1-11.

UBERSFELD, Anne. O discurso teatral. In: UBERSFELD, Anne. Para ler o teatro. Tradução José Simões. São Paulo: Perspectiva, 2005. p. 157-187.

Downloads

Publicado

18-09-2023

Como Citar

SILVA, . N. S. A ressignificação da música popular brasileira : As relações do discurso literomusical como discurso constituinte. Enlaces, Salvador, v. 4, p. e023002, 2023. Disponível em: https://publicacoes.ifba.edu.br/enlaces/article/view/974. Acesso em: 15 abr. 2024.