TRILHA DOS IPÊS: UMA EXPERIÊNCIA TEATRAL QUE RESSOA COMO AÇÃO ESTÉTICA E POLÍTICA NA ESCOLA

  • Tissiana dos Santos Carvalhêdo IFMA
  • Gisele Soares de Vasconcelos UFMA

Resumo

Este artigo traz parte da pesquisa de mestrado intitulada Trilhas de Vida e Arte: a geopoética do reparar na aventura de fazer e pensar teatro no IFMA campus Codó, desenvolvida entre 2016 e 2018. Gerada nas andanças da vida, esta pesquisa objetiva analisar experiências que ressoam no meu fazer teatro na escola. A etapa de campo se dá em forma de pesquisa-ação, a qual é analisada e reelaborada por meio da escrita narrativa, momento em que as experiências de ensinar/aprender teatro passam a ser percebidas pela metáfora das trilhas. A Trilha dos Ipês foi construída com alunos do 2º ano do curso técnico em Informática, em que utilizaram conteúdos audiovisuais acessados via celular como inspiração para criação e encenação de “Ode às Cores”, um espetáculo sobre homofobia e suicídio.

Publicado
2019-03-30
Como Citar
CARVALHÊDO, Tissiana dos Santos; DE VASCONCELOS, Gisele Soares. TRILHA DOS IPÊS: UMA EXPERIÊNCIA TEATRAL QUE RESSOA COMO AÇÃO ESTÉTICA E POLÍTICA NA ESCOLA. Ensino em Foco, [S.l.], v. 2, n. 3, p. 141 - 153, mar. 2019. ISSN 2595-0479. Disponível em: <https://publicacoes.ifba.edu.br/index.php/ensinoemfoco/article/view/560>. Acesso em: 26 set. 2020.
Seção
Artigos

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##